Petrópolis Gourmet 2018

Revista Eletrônica Petrópolis Gourmet

Revista EletrônicaPetrópolis Gourmet

11/10/2018Petrópolis agora é a Capital Estadual dos Produtos OrgânicosPor: Ascom da Prefeitura

voltar


Com mais de 100 produtores orgânicos em várias partes da cidade, Petrópolis conquistou o título de "Capital Estadual dos Produtos Orgânicos", a partir de 25 de setembro. A característica principal desse tipo de produção é a ausência agrotóxicos, por isso, os alimentos orgânicos são os mais procurados por aqueles que buscam uma alimentação mais saudável. Com o título, os produtos orgânicos de Petrópolis passarão a ter um selo próprio.

“Esse é mais um título importante conquistado por Petrópolis. Já estamos trabalhando na construção de uma feira especial, só com produtos orgânicos, será o Circuito Imperial Orgânico e Agroecológico que disponibilizará esse tipo de produtos para compra com maior periodicidade na cidade”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

“A referência na produção de orgânicos auxiliará no aumento das vendas nesse setor e servirá de estímulo para que outros agricultores também passem a produzir dessa forma. O mercado dos orgânicos está em constante crescimento e o poder público estuda outras formas de estímulo para o crescimento da produção. Um dos pontos que está em análise é inclusão de produtos orgânicos no cardápio da merenda escolar”, afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

Sandra Regina Oliveira produz orgânicos há 14 anos no Sítio Tapera, no Brejal. A paixão pelo cultivo é antiga: Sandra cresceu vendo a família se dedicar ao cultivo. “Minha mãe fazia questão de plantar sem o uso de agrotóxico. Eu a ajudei muito na lavoura, depois fui trabalhar em um sítio onde só se plantava produtos orgânicos e minha paixão só aumentou. Decidi, há 14 anos, investir somente nesse tipo de produção e sou muito feliz com que eu faço”.

Couve, brócolis e couve-flor são alguns dos alimentos produzidos totalmente sem agrotóxico no sítio de Sandra. “Vale muito a pena ser fiel ao orgânico. Tenho meus clientes fieis no Horto, em Itaipava e também vendo no Rio de Janeiro aos sábados. A rotina não é fácil, mas, a saúde vem em primeiro lugar e os orgânicos me ajudam nisso também. Agora já penso em aumentar a produção e estamos nos preparando para plantar tomate e morango totalmente orgânicos”, completou.

Para Sandra, o título pode ajudar a melhorar as vendas. “É um reconhecimento e chama a atenção das pessoas para a saúde. Investindo no orgânico, se gasta menos na farmácia”, explicou.

Comentários